Entrevista com Cyntia Freitas sobre a construção da imagem é desafio para políticos

Entrevista com Cyntia Freitas sobre a construção da imagem é desafio para políticos

21/junho Postado por cjflash

A política está em completa transformação o que torna um desafio maior ainda para os envolvidos no processo, principalmente para os próprios candidatos e eleitos. Para falar sobre o assunto, conversamos com a Marqueteira e também Visagista Cyntia Freitas, piauiense que atua em vários estados e trabalha no mercado há 20 anos. Ficou ainda mais conhecida após a sua empresa ter assinado a campanha do Padre Walmir em Picos, Edvan Brandão em Bacabal e a última, na cidade de Tuntum, quando elegeu o prefeito Fernando Pessoa.

Como você vê a nova forma de se comunicar do político?
C.F. “O político tem que usar as mídias digitais ao seu favor, mas precisa entender que ela não resolve tudo. Tem que adequar a imagem completamente porque tudo é comunicação: as roupas, o cabelo, a barba, a gesticulação. A presença em eventos, os passeios em família, o trabalho, tudo tem que estar alinhado e integrado, fazendo parte de um Plano de Comunicação.

Qual o primeiro passo para começar a ser político agora?
C.F. Tem que ter propósito. Tem que ter relacionamento e articulação para se viabilizar mas acima de tudo, tem que querer fazer o bem às pessoas, não esquecendo dos empresários, que são quem gera. Tem que ter uma marca própria, uma linguagem própria, construir a sua imagem baseada nos seus propósitos. E criar uma onda. Não podem achar que as velhas práticas funcionam ainda, pois até em regiões onde há uma base de pirâmide gigante há o sentimento

Que dica você daria para um candidato agora?
C.F. Esteja disposto a aceitar ajuda. Ninguém é dono da verdade. Precisamos construir juntos o projeto e o Marketing tem a visão que você como candidato, não consegue perceber. Quando você contrata um engenheiro você vai discutir que tijolo ele
vai usar? Quando você vai ao médico, questiona os medicamentos que ele te passa ou os procedimentos que ele diz que são importantes? Então…o marqueteiro deve trabalhar com a importância que tem no processo. E acredite, dá muito certo.

Voltar
Entrevista com Cyntia Freitas sobre a construção da imagem é desafio para políticos